Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 18 de dezembro de 2018

CHUVAS

Bonito e Santa Rita do Pardo decretam emergência

18 MAR 2011Por DA REDAÇÃO10h:03

O Diário Oficial do Estado (DOE) traz hoje (18) decretos de situação de emergência nas cidades de Bonito e Santa Rita do Pardo. Os decretos estão publicados nas páginas 30 e 34. Ontem (17) o município de Maracaju também decretou emergência.

Bonito foi atingido por constantes precipitações pluviométricas a partir do mês de dezembro do ano passado a março de 2011, causando danos nas estradas, pontes e dutos de transposição na área rural do município.

De acordo com o decreto, as condições das estradas estão impedindo o escoamento da produção agrícola e pecuária, o que preocupa as autoridades já que o setor agropecuário é uma das principais atividades econômicas de Bonito. O transporte escolar também foi prejudicado.

Santa Rita do Pardo

Já o município de Santa Rita do Pardo decretou situação de emergência em parte da área urbana e toda a área rural afetadas por enchentes ou inundações. O período de chuvas ocorridas no mês de fevereiro até o dia 9 de março de 2011 registrou o índice de 562 mm, superior ao índice previsto para todo o mês de março, que era de 340 mm.

De acordo com o decreto, em consequência das constantes precipitações hídricas e da elevação do nível das águas do Rio Pardo e seus afluentes, houve inundação de áreas ribeirinhas do perímetro rural do município, desalojando pessoas, danificando e destruindo residências, pontes, dutos e estradas vicinais.

As precipitações hídricas provocaram danos no perímetro urbano em vias e rede de distribuição de água tratada localizada em parte perímetro urbano. Houve também estrago nas estradas vicinais provocando a impossibilidade da entrega da produção leiteira bem como o deslocamento de alunos moradores da área rural que estudam na cidade.

Como justificativas da situação de anormalidade, a prefeitura destaca construções de numerosas edificações em áreas de risco de inundações; a existência de famílias desalojadas; a tendência para que a onda de enchentes continue em elevação nos próximos dias e o risco de ocorrência de várias doenças, como dengue e leptospirose.

Os decretos das cidades de Bonito e Santa Rita do Pardo têm vigência de 90 dias, podendo ser prorrogados.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também