Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPANHA

Bombeiros alertam para risco das pipas

Bombeiros alertam para risco das pipas
28/06/2012 00:00 - DIÁRIO ONLINE


O 3º Grupamento de Bombeiros de Corumbá realizará de 1º a 07 de julho, a campanha que visa combater o uso de cerol nas linhas de pipa e conscientizar crianças e adolescentes que adotem outras brincadeiras nas férias, evitando as pipas.

Segundo o tenente-coronel Sidnei Ribeiro da Cruz, comandante do 3º Grupamento de Bombeiros de Corumbá, a semana de conscientização ocorrerá simultaneamente à Semana Nacional de Combate a Incêndios.

"A proposta é que as escolas visitem a nossa corporação a fim de realizarmos palestras sobre os perigos de soltar pipa em áreas urbanas, com fios elétricos, que podem ocasionar choques, além da possibilidade de causar lesões em pessoas que transitam pelo local. As escolas que não puderem vir ao quartel, os bombeiros estarão se deslocando até esses locais para realizar a conscientização", explicou.

O comandante ressaltou que todos os anos a corporação realiza campanhas de combate ao uso do cerol e que esse tipo de brincadeira cresce principalmente na época de férias. Mas a conscientização já é feita a partir de agora. "Em 2012, não havíamos registrado nenhum acidente envolvendo linhas de pipa nem problemas com cerol. Porém, devido a um incidente envolvendo um policial militar que teve o pescoço lesionado por uma linha de pipa que continha cerol, decidimos antecipar essa campanha, pois é notório o número de crianças, adolescentes e até adultos que estão realizando essa brincadeira de forma perigosa", ressaltou o comandante.

Felpuda


As conversas vêm acontecendo muito, mas muito reservadamente mesmo, e dão conta de que suplente poderá receber convocação, assumir a titularidade do cargo e por lá ficar por tempo indeterminado. Como é óbvio, tem gente jurando que nunca ouviu nem sequer falar sobre o assunto. O motivo não seria nada ligado a possíveis atos de irregularidades, mas sim por problemas de ordem pessoal.