Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

REAÇÃO

Bombardeio foi para 'assustar', diz Seif

3 MAR 2011Por ESTADÃO17h:24

O filho do governante da Líbia, Seif al-Islam Kadafi, disse hoje que os bombardeios desfechados pelo regime contra a cidade de Marsa El-Brega tinham a intenção apenas de "assustar" os insurgentes, não de matar qualquer pessoa.

Em entrevista à televisão da Sky News, Seif al-Islam Kadafi ressaltou a importância estratégica do terminal portuário petrolífero de Marsa El-Brega e afirmou que o governo líbio não poderia permitir que as instalações caíssem sob o poder dos inimigos.

"Estava bem claro que eles eram insurgentes e que eles tentavam controlar o porto. Eles passaram do limite, você não pode controlar o porto", disse o filho de Kadafi. "Acima de tudo, as bombas foram jogadas apenas para assustá-los e fazer com que fossem embora, não para atacar o porto. Não para matar nosso povo". O filho de Kadafi insistiu que o bombardeio não foi contra civis. "El-Brega não é uma cidade. El-Brega é um terminal portuário petrolífero".

 Forças terrestres de Kadafi também tentaram tomar Marsa El-Brega ontem. Segundo informações da Associated Press, o ataque foi repelido, com a morte de dez insurgentes e três combatentes de Kadafi. As informações são da Dow Jones.



Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também