Terça, 20 de Fevereiro de 2018

meio ambiente

BNDES aprova R$ 33,9 mi para saneamento

2 DEZ 2010Por estadão22h:23

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 33,9 milhões para um projeto de saneamento ambiental da empresa Estre Ambiental, especializada na gestão de resíduos sólidos e tratamento de áreas degradadas, no interior de São Paulo. 

Segundo o banco, o projeto prevê a implantação de uma planta com capacidade de processamento de 450 toneladas anuais de combustível derivado de resíduos (CDR), que pode alimentar caldeiras e fornos industriais. Trata-se do primeiro projeto de transformação de resíduos sólidos em combustível financiado pelo BNDES. 

O BNDES financia projetos no setor de resíduos sólidos desde 2002. Segundo o banco, a carteira para esse segmento soma R$ 780 milhões em créditos aprovados, entre operações diretas e indiretas.

Entre os consumidores de combustível derivado estão usinas de cana-de-açúcar e fornos de cimento. O projeto envolve a expansão dos aterros sanitários de Itapevi e Paulínia, ambos em São Paulo, a captação de biogás com geração de crédito de carbono e a produção de combustível derivado de resíduo sólido. Com forte impacto social e ambiental, o projeto financiado pelo banco ampliará a capacidade de destinação dos resíduos sólidos urbanos das regiões metropolitanas de São Paulo e de Campinas, informou o BNDES.

Leia Também