Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Blocos de Corumbá criam infraestrutura

20 JAN 10 - 04h:55
Brincar o carnaval de Corumbá não se restringe ao desfile das escolas de samba. Para conhecer realmente a irreverência dessa festa e se envolver no seu clima é preciso sair nos blocos – sejam oficiais, independentes ou sujos – pelas ruas da cidade. O mais famoso é o Afoga o Ganso, fundado em 1987, considerado um dos maiores do interior brasileiro. Os gansolinos dominam a folia pantaneira e a agremiação se profissionalizou, produzindo e comercializando sua festa com estrutura, trioelétrico, grandes atrações musicais e segurança. O bloco sai nos dias 13 e 16 de fevereiro e neste ano as atrações são a banda Mika 7 e a ex-vocalista da Bamdamell Jullyana Ramalho, uma capixaba com sabor baiano. O formato do carnaval do bloco deu certo e ganhou fama: pois em suas duas concentrações privativas (ambiente fechado na rua), os foliões dançam ao ritmo de axé e bebem de graça. Na madrugada, todos descem a passarela do samba com o trio-elétrico. O passaporte custa R$ 130 (pista) e R$ 240 (camarote), com direito a camiseta personalizada e caneca. As atrações A baiana Mika 7, que se formou no interior de São Paulo e ganhou os palcos do resto do País, se apresenta no dia 13. O grupo foi atração do carnaval dos gansolinos em 2009 e agradou o público. Depois de ter sido convidada a participar do Bloco do Meio Ambiente do próximo carnaval de Salvador, o Mika 7 promove grandes eventos que unem música e ecologia. Em 2006, aos 23 anos, Jullyana Ramalho deixou a profissão de fisioterapeuta para concretizar um sonho: ser vocalista da Bamdamell. Ganhou visibilidade nacional e no ano passado montou sua banda com músicos baianos e embrenhou-se por carreira solo. Faz sucesso com os públicos jovem e universitário. Ela estará em Corumbá no último dia de carnaval.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Grupo tailandês quer <br> investir no turismo de MS
HOTELARIA

Grupo tailandês quer
investir no turismo de MS

Mente serena
CINCO PERGUNTAS

Mente serena

ECONOMIA

Decreto cria comitê técnico para desenvolvimento do mercado de combustíveis

BRASIL

'Falta apenas ouvir o Queiroz', diz Bolsonaro

Mais Lidas