Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

Betaworks pode ter adquirido Digg por cerca de US$ 500 mil

13 JUL 2012Por TERRA22h:00

A Betaworks, empresa por trás de serviços como o Bit.ly, News.me, Chartbeat e uma série de outros produtos bem-sucedidos, adquiriu a rede social de notícias Digg, por um valor não divulgado, segundo o site TechCrunch. Já o jornal britânico TheGuardian afirmou que O Digg foi vendido por US$ 500 mil em dinheiro, mais equidade. Apesar dos rumores sobre a quantia, o TechCrunch diz que o valor não faz muito sentido, visto que o Digg registrou recentemente a média de mais de 16 milhões de visitantes únicos por mês, o que significaria um potencial para faturar mais de US$ 500 mil por ano só com a venda de publicidade. O atual CEO do Digg, Matt Williams, afirmou ao site AllThingsD que a quantia foi significativamente maior, porém não especificou valores.

Em 2008, o Google cogitou adquirir o Digg, e pretendia oferecer US$ 200 milhões no negócio, do qual acabou desistindo. Quando foi lançado, o serviço de rede social de notícias levantou US$ 45 milhões através de investidores. No ano passado, arrematou mais US$ 5 milhões em fundos e, na época, tinha seu valor avaliado em US$ 35 milhões.

Valores à parte, Williams deverá sair do cargo de CEO do Digg, que será assumido pelo fundador da Betaworks, John Borthwick. A ideia da nova proprietária da rede social é transformá-la novamente em uma startup. Em um comunicado, a Betaworks declarou que trabalhará a nova aquisição com orçamentos baixos, equipe pequena e ciclos mais rápidos de atualização. Informou ainda que a equipe do News.me irá assumir a gestão do site e que a intenção é lançar, em breve, uma versão do Digg baseada em nuvem, para complementar o aplicativo do News.me para iPhone e iPad.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também