Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

INVESTIGAÇÃO

Berlusconi acusado de pagar sexo com menores

18 JAN 2011Por ESTADÃO00h:00

Promotores italianos afirmaram que o primeiro-ministro Silvio Berlusconi praticou sexo com um "número significativo" de prostitutas menores de idade, de acordo com um documento publicado nesta segunda-feira.

Eles alegam que o presidente teria oferecido dinheiro às mulheres ou permitido que elas morassem em seus apartamentos de graça - o que agrava as acusações que já pesavam contra ele de pagar por sexo com uma menor de idade.

Berlusconi, de 74 anos, já estava sendo investigado por sua ligação com uma dançarina marroquina de 17 anos de idade. Ele teria dado dinheiro à jovem em troca de sexo, o que caracterizaria prostituição de menor.

Apelidada de Ruby, a dançarina disse ter recebido 7 mil euros (cerca de R$ 15,8 mil) para participar de uma festa de Berlusconi no ano passado.

Entretanto, a jovem, cujo nome verdadeiro é Karima El Mahroug, negou ter mantido relações sexuais com o premiê.

'Degradante'

O documento foi publicado no site do Parlamento italiano. Isso porque a promotoria precisa fazer um pedido formal a uma comissão parlamentar quando quer fazer operações de busca nas propriedades de um membro da Casa.

Os promotores também incluíram no documento alegações de que Nicole Minetti, um ex-assistente de dentista que hoje trabalha no governo, seria uma das responsáveis por procurar as prostitutas menores de idade para o premiê.

O premiê negou as acusações. "É absurdo até mesmo pensar que eu pagaria para praticar sexo com uma mulher. Seria degradante."

Prostituição não é crime na Itália, mas pagar por sexo com menores de 18 anos é.

Leia Também