Domingo, 17 de Dezembro de 2017

CERTAME

Bens de traficantes estão sendo leiloados

15 FEV 2014Por DA REDAÇÃO00h:00

O Ministério da Justiça em convênio com o Conselho Estadual Antidrogas (CEAD), da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) realiza até a próxima sexta-feira, dia 21, o 1º Leilão totalmente on-line de bens apreendidos de traficantes.

Ao todo serão leiloados 50 veículos, entre carros, motos, caminhões e sucatas. O valor mínimo do lance é de R$ 200 para sucatas e de R$ 10 mil para um caminhão em plenas condições de voltar a circular pelas ruas. A expectativa de arrecadação é de R$ 150 mil, com os bens leiloados.

Esse é o 87º leilão da Secretaria Nacional sobre Drogas do Ministério da Justiça (Senad/MJ). Os interessados que queiram ver de perto os bens antes de dar lances, o Depósito Judicial está localizado na Avenida Coronel Ponciano, número 412 – Jardim Parque dos Jequitibás, em Dourados (MS).

Todos os recursos arrecadados serão destinados ao Fundo Nacional Antidrogas (Funad), que é constituído com recursos de bens apreendidos de pessoas condenadas por tráfico ou envolvidas em atividades ilícitas de produção ou venda de drogas.

A apreensão dos bens só acontece após decisões judiciais ou administrativas tomadas em caráter definitivo, além de outras dotações do orçamento da União. Os recursos do Funad são destinados ao desenvolvimento, a implementação e a execução de ações, programas e atividades de repressão, de prevenção, tratamento, recuperação e reinserção social de dependentes de drogas.

Todas as informações do leilão podem ser obtidas diretamente no Depósito Judicial, ou ainda através dos telefones 67 3318-6912, 67 3321-7262 ou 67 3026-7263. Os lances podem ser dados somente de forma eletrônica, por intermédio do Portal Via Leilões, no endereço eletrônico:www.vialeiloes.com.br . O leilão teve início no último dia 3 de fevereiro e segue até às 18h do dia 21, horário de Brasília.

As regras do leilão estão publicadas na edição 8.608 do Diário Oficial do Estado de 03 de fevereiro de 2014.  

Leia Também