ESPORTES

Benjamin segue invicto no Mundial de Vôlei de Praia

Benjamin segue invicto no Mundial de Vôlei de Praia
06/05/2010 06:52 -


JAKSON PEREIRA

O sul-mato-grossense Benjamin garantiu vaga nas oitavas de final da segunda etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, que acontece em Shangai, na China. Atuando ao lado do brasiliense Bruno Schimdt, o jogador de Porto Murtinho conquistou duas vitórias na rodada de ontem.
Benjamin e Bruno estrearam vencendo os espanhois Mesa e Lario por 2 a 0, com parciais de 21/17 e 21/13 em 41 minutos de jogo. Na segunda rodada os brasileiros tiveram mais dificuldades, porém em pouco mais de uma hora de partida derrotaram os chineses Wu e Xu por 2 a 1, de virada, parciais de 17/21, 22/20 e 15/10.
Nas oitavas de final que acontecem na manhã de hoje, Benjamin e Bruno enfrentam os espanhois Herrera e Gavira.  Quem levar a melhor neste confronto encara o vencedor da partida entre Alison/Emanuel e Klemperer/Koreng por uma vaga nas semifinais, enquanto a dupla perdedora, disputará a repescagem para tentar chegar à semifinal.

Talita
Atuais campeãs da etapa chinesa do Circuito Mundial, a aquidauanense Talita e a pernambucana Maria Elisa estreiam hoje diante da desconhecida dupla da Letônia, Minusa/Jursone. Ainda na fase classificatória, as brasileiras enfrentam na segunda rodada de hoje quem sair do cruzamento entre Keizer/Van Iersel, da Holanda, e Holtwick/Semmler, da Alemanha.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".