Belas e encantadoras

Belas e encantadoras
11/08/2010 07:06 -


Thiago Andrade

As formas peculiares chamam a atenção e são um dos grandes motivos para que as orquídeas tenham se tornado tão populares no Brasil e no mundo. Atualmente, a flor se tornou mais conhecida com o orquidário de Bete Gouveia, a personagem interpretada por Fernanda Montenegro, da novela “Passione”. É nesse clima que acontecem em Campo Grande a 5ª Exposição Nacional de Orquídeas de Campo Grande, a 2ª Exposição Estadual de Orquídeas e a 2ª Exposição Nacional de Cattleya Nobillior, todas simultaneamente no Armazém Cultural, entre os dias 13 e 15 de agosto.
O evento é promovido pela Associação Campo-grandense de Orquidofilia e Ambientalismo (Acoa). Segundo Wenceslau Carlos de Oliveira, presidente da instituição, a planta é capaz de “enfeitiçar as pessoas e por esse motivo existem tantos colecionadores. O objetivo das exposições é reuni-los, oferecendo oportunidades de conhecer novas espécies e obter mais informações sobre o rico universo das orquídeas”. Mas a exposição também oferece oportunidades para que o público leigo conheça mais sobre as plantas.
Na programação, haverá cursos com dois grandes especialistas em orquídeas no País. Cesar Wenzel, proprietário de um famoso orquidário em Rio Claro, ministrará a palestra “A evolução da Cattleya Nobillior através do cruzamento”. Já Nelson Barbosa, da Universidade do Oeste Paulista, falará sobre “Propagação caseira”. “Queremos dar algumas informações básicas sobre esses procedimentos necessários para o cultivo de orquídeas”, pontua.
Com a exposição, Wenceslau espera que o projeto para que um tipo de Cattleya Nobillior encontrado na Capital a cerca de 20 anos atrás se torne o símbolo da cidade. “Ela é comercializada com o nome de Campo Grande e por isso entramos em contato com o prefeito Nelson Trad Filho para dar início ao processo. Ele se mostrou bastante receptivo”, pontua Wenceslau. Confira no box a programação completa das exposições.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".