Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Saúde

Bebês prematuros têm mais risco de desenvolver asma, diz estudo

30 JAN 14 - 00h:00Terra

Bebês que nascem prematuros têm três vezes mais chances de desenvolver asma na infância, de acordo com estudo publicado no jornal Public Library of Science Medicine. A asma já é uma doença crônica comum entre as crianças, afetando cerca de 8% das que nasceram após nove meses de gestação. Nos bebês prematuros em até três semanas, no entanto, essa taxa sobe para 14%. Já a probabilidade entre os que nasceram com mais de três semanas de antecedência é de 50%. As informações são do Daily Mail.

Com um número crescente de bebês prematuros, a asma na infância está prestes a se tornar um problema de saúde significativo. Estima-se que 11% das crianças nascem antes do tempo e bebês nascidos mais de dois meses antes de completar o tempo adequado de gestação apresentaram três vezes mais riscos de desenvolver a doença. Segundo o líder do estudo, o professor da Universidade de Edimburgo, Jasper Been, os médicos e os pais precisam estar cientes dos riscos de asma em bebês prematuros para que o diagnóstico seja precoce e possibilite a intervenção.

"Ao mudar a nossa maneira de monitorar e tratar crianças nascidas prematuras, esperamos diminuir os riscos futuros de problemas respiratórios graves, incluindo asma”, disse ele. Os pesquisadores estudaram dados sobre cerca de 1,5 milhão de crianças, combinados com 30 estudos de seis continentes. Quatro dos trabalhos de pesquisa eram do Reino Unido.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Com gols de Gabriel e Arrascaeta, Flamengo vence o Cruzeiro por 2 a 1 no Mineirão
CAMPEONATO BRASILEIRO

Com gols de Gabriel e Arrascaeta, Flamengo vence o Cruzeiro por 2 a 1 no Mineirão

ECONOMIA

Cúpula do Clima da ONU começa com mensagem de jovens ativistas

Jovens ativistas que têm impulsionado a luta contra o aquecimento global
RIO DE JANEIRO

Reforma é concluída e pista do Santos Dumont volta a operar normalmente

Psita ficou fechada por quase um mês
Árvores em contato com fiação podem causar incêndios e choque elétrico
DIA DA ÁRVORE

Árvores em contato com fiação podem causar incêndios e choque elétrico

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião