Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

Bebê nasce com doença rara no coração e sobrevive sem tratamento

9 SET 2012Por r722h:00

Scarlett Dougan, de Glasglow, na Escócia, nasceu com Síndrome de Hipoplasia do Coração — doença rara que causa deficiência no desenvolvimento do lado direito do coração. Com metade do órgão, o corpo é incapaz de bombear sangue suficiente para os pulmões. Apesar de correr risco de vida, a doença só foi diagnosticada quando a menina completou quatro meses. As informações são do Daily Mail.

Normalmente, esta síndrome é detectada durante a gestação, mas Nichola, mãe da bebê, só começou a suspeitar de que havia algum problema com a filha devido a diferença de temperamento entre Scarlett e o irmão mais velho Nathanial, de quase dois anos.

— Scarlett era tão infeliz e gritava o tempo todo.

Quando a mãe resolveu procurar o médico, a menina foi imediatamente levada para a UTI para um rigoroso tratamento. Segundo os médicos, ela havia superado todas as dificuldades por ter ficado tanto tempo sem tratamento. Nichola conta:

— É um milagre que ela está viva. Os médicos não entenderam como uma criança pôde sobreviver quatro meses e meio sem tratamento.

Desde então, Scarlett já foi submetida a duas cirurgias cardíacas com o objetivo de melhorar o fluxo de oxigênio para os pulmões. Apesar de os médicos apostarem que ela terá uma infância relativamente normal, eles acreditam que seja provável um transplante de coração na adolescência.

Mesmo assim, a pequena garota é uma vencedora, já que os bebês diagnosticados com esta doença rara morrem dias após o nascimento.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também