Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PARA 4 ANOS

BC limita mandatos que precisam do seu aval

BC limita mandatos que precisam do seu aval
31/01/2014 00:00 - FOLHAPRESS


O Banco Central decidiu limitar em quatro anos, prorrogáveis por mais quatro, o mandato de presidentes, diretores, membros de conselho e demais cargos administrativos que precisam do aval da autoridade monetária, de instituições financeiras limitadas. Entram no rol de instituições financeiras limitadas corretoras de títulos, distribuidoras, sociedades de microcrédito, entre outras. Hoje, esses mandatos são ilimitados.

A decisão foi tomada ontem, durante reunião do CMN (Conselho Monetário Nacional). Participam do conselho os ministros da Fazenda, Planejamento e o presidente do Banco Central.
Segundo Adalberto Gomes da Rocha, chefe do Departamento de Organização do Sistema Financeiro do BC, a medida visa aprimorar o acompanhamento dessas instituições, que tem até abril de 2015 para se enquadrar na nova regra.
 

Felpuda


O desgaste de antigas lideranças nacionais, com reflexo em nível local, é a maior preocupação dos dirigentes de partidos para as eleições deste ano, que terá reflexo em 2022. Em épocas passadas, essas figurinhas cruzavam os céus do País para visitarem os municípios e pedirem que a população votasse em seus ungidos. Agora, com pendências judiciais e poder enfraquecido, dificilmente seriam convidadas. A pandemia, que resultou no isolamento social, foi a pá de cal.