Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DIFICULDADES

BC acompanha com atenção crise argentina

BC acompanha com atenção crise argentina
24/01/2014 14:45 - AGÊNCIA BRASIL


O Banco Central (BC) acompanha atentamente as condições econômicas na Argentina, que passa por crise cambial, disse o chefe adjunto do Departamento Econômico da instituição, Fernando Rocha. “A Argentina é um importante destino das exportações brasileiras e o Banco Central acompanha atentamente o desenvolvimento das condições econômicas gerais”.

Ao ser questionado se o BC pretende agir contra algum “contágio” da crise no Brasil, Rocha disse que eventuais ações serão comunicadas pela diretoria. Ele acrescentou que a economia brasileira tem fundamentos externos sólidos, “traduzidos na magnitude das reservas internacionais” e lembrou que o Brasil é credor líquido em moeda estrangeira.

Ontem, pelo segundo dia consecutivo, o peso argentino sofreu forte desvalorização. No câmbio oficial, o dólar chegou a ser vendido a oito pesos (12% mais caro que na véspera). Somente em janeiro, a moeda argentina perdeu 22,7% de seu valor. Foi a maior desvalorização registrada em um mês, desde março de 2002, quando o país saía da pior crise de sua história recente.

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...