Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PESSOAS FÍSICAS E EMPRESAS

Banco reduz taxas de juros em linha de crédito

Banco reduz taxas de juros em linha de crédito
31/08/2012 15:42 - G1


O Banco do Brasil anunciou nesta sexta-feira (31) que reduzirá taxas de juros em linhas de crédito para pessoas físicas e jurídicas a partir desta segunda-feira (3). A decisão acompanha a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a Selic, segundo o banco.
Nesta quarta-feira (31), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu de 8% para 7,5% ao ano a taxa básica de juros da economia.

Para consumidores, por exemplo, a taxa mínima do crédito benefício de 2,21% ao mês para 2,17% ao mês; a do crédito automático, de 1,93% ao mês para 1,89% ao mês e a de crédito para material de construção, de 1,53% ao mês para 1,49% ao mês. No caso de empresas, a linha giro recebíveis passará de 1,186% ao mês para 1,166% ao mês.

“Temos o compromisso com os nossos clientes e com a sociedade de praticar taxas de juros que sejam as menores do mercado, nas principais linhas de crédito. O Banco do Brasil foi o primeiro a reduzir suas taxas e prepara-se para continuar liderando o sistema financeiro do País nesta nova conjuntura de juros baixos desejada por todos os brasileiros”, afirma Alexandre Abreu, vice-presidente de Negócios de Varejo do Banco do Brasil, em nota.

Felpuda


Nos bastidores poderosos, comentários são de que dois pretensos pré-candidatos estão deixando em polvorosa quem tinha quase certeza de que tudo estava em total “céu de brigadeiro”. Assim, enquanto ambos se movimentam aqui e acolá, o lado de lá está pensando no que fazer para evitar futuro confronto. Vale ressaltar que a dupla tem experiência que só no campo de guerra das eleições – e o desempenho não ficou a desejar.