Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

domingo, 24 de fevereiro de 2019 - 02h19min

Banco do Brasil é multado em R$ 205 mil por descumprir Lei da Fila

10 AGO 10 - 04h:38
bruno grubertt

A agência do Banco do Brasil de Bonito foi multada em R$ 205.539,63 por não respeitar a Lei da Fila, que estabelece o tempo máximo de espera por atendimento nas agências em 15 minutos. O banco descumpriu uma liminar expedida pela Justiça em abril de 2005 e continuou a desrespeitar a determinação.
De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), como o Banco do Brasil não cumpriu a liminar, foi multado em R$ 150 mil naquela época. Com a correção, o valor chegou aos mais de R$ 205 mil, que foram repassados a instituições assistenciais do município. A ação foi proposta pelo promotor Luciano Furtado Loubet, sendo conduzida posteriormente pelo Promotor de Justiça Thalys Franklyn de Souza, que atua em Bonito.
Mesmo com o pagamento da multa, ainda tramita na Justiça outra ação em que o MPE pede que o banco implante um sistema de senhas que permita o registro do horário de chegada dos clientes, ferramenta já implantada em algumas agências do Estado.
A mesma ação também foi movida contra a agência de Bonito do Banco Bradesco, que, em fevereiro de 2006, firmou um acordo com o Ministério Público para cumprir a legislação. Ainda assim, a agência pagou multa de R$ 100 mil em favor de um projeto social do município.
O Ministério Público esclareceu ontem que, na Capital, quem se sentir lesado com o descumprimento da Lei da Fila deve procurar a Superintendência de Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul (Procon/MS), pessoalmente ou pelo telefone 151. Já em localidades onde não há sede do Procon, as denúncias podem ser feitas para o Ministério Público no município, como ocorreu em Bonito.
Segundo o MPE, existe uma ação em tramitação que denunciou 20 agências bancárias que estariam desrespeitando a legislação. A denúncia partiu de uma entidade de defesa do consumidor. Além dela, há outro processo contra uma agência do Banco Itaú em Campo Grande. Já o Procon/MS não informou o número de denúncias feitas este ano e o levantamento deve ficar pronto hoje, quando os dados serão divulgados.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Promotoria abre inquérito após shopping de SP pedir autorização para apreender meninos de rua

BRASIL

Chanceler diz que ação na Venezuela não tem caráter intervencionista

Mãos que falam:
LUIS PEDRO SCALISE

Mãos que falam: "Em tempos de Dieta"

VENEZUELA

Maduro discursa para apoiadores e critica ajuda humanitária

Mais Lidas