Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

Bactéria resistente aos antibióticos foi encontrada na água em Nova Deli

8 ABR 2011Por publico04h:51


É a primeira vez que bactérias multirresistentes com o gene NDM-1, resistente à quase totalidade dos antibióticos, são detectados fora do meio hospitalar. Os cientistas da Universidade de Cardiff, no País de Gales, que estudaram várias amostras de água da rede pública e das valetas de Nova Deli e detectaram bactérias com o gene NDM-1 admitem que se trata de uma questão grave de saúde pública.

O estudo acaba de ser publicado na revista científica “The Lancet Infectious Diseases”, pela equipa coordenada por Timothy Walsh, da Faculdade de Medicina da Universidade de Cardiff, a mesma que, em Agosto, divulgou a descoberta do gene NDM-1, resistente à quase totalidade dos antibióticos, incluindo os são usados para tratar infecções com bactérias comuns, como a "Escherichia coli" ou a "Klebsiella pneumoniae", responsáveis por infecções urinárias ou pulmonares.

Os investigadores decidiram realizar este estudo quando descobriram que, apesar de muitos pacientes com bactérias com o gene NDM-1 terem estado internados num hospital recentemente, o que poderia explicar as infecções, outros não tinham recebido qualquer tratamento hospitalar.

Mas os doentes eram maioriariamente originários da Ìndia, Paquistão e Bangladesh — outros eram do Reino Unido, mas tinham viajado até à Índia para fazer tratamentos médicos, como transplantes de medula ou tratar de queimaduras, ou até mesmo cirurgias plásticas. Daí terem seguido a pista indiana

Na investigação na Índia, a equipa de Timothy Walsh recolheu 171 amostras de água das valetas de Nova Deli e 50 amostras da rede pública, numa área que abrange 12 quilómetros em torno da cidade e nos meses de Setembro e Outubro de 2010. O gene NDM-1 foi detectado em duas das 50 amostras de água corrente e em 51 das outras 171 amostras.

Os investigadores detectaram então 11 bactérias com o gene resistente, um resultado que Timothy Walsh considerou “muito preocupante”, ainda que as autoridades indianas tenham desvalorizado a descoberta. O Ministério da Saúde considerou que a investigação foi uma perda de tempo e questionou o facto de a Índia estar a ser posta em causa, adiantou a BBC. Foi também negado o facto de a água de Nova Deli ser prejudicial para a saúde.

Ao contrário das autoridades indianas, os investigadores sublinharam que estamos perante uma descoberta muito relevante e cujos resultados poderão ter consequências graves. “Encontrámos bactérias resistentes na água pública usada para beber, lavar e cozinhar, também em piscinas e zonas muito povoadas onde as crianças costumam brincar”, sublinhou Walsh. “A disseminação da resistência à cólera ou de tipos de desinteria potencialmente incuráveis é um motivo de extrema preocupação”.

As bactérias resistentes aos antibióticos são consideradas pelos investigadores como uma bomba ao retardador e os autores deste estudo recomendam que seja realizada uma investigação internacional mais alargada sobre esta questão.

Leia Também