Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

DIA MUNDIAL DA ÁGUA

Bacia do Alto Paraguai: a 'menina dos olhos' das águas

22 MAR 2011Por BRUNA LUCIANER07h:31

 

Ela tem 600 mil quilômetros quadrados; 60% deles em território brasileiro. Abrange 4,3% do território nacional englobando os Estados de Mato Grosso (48%) e Mato Grosso do Sul (52%). Estamos falando da Bacia do Alto Paraguai (BAP), que se reveste de grande importância no contexto estratégico da administração dos recursos hídricos do Brasil; não só pelo tamanho, mas por incluir uma das maiores áreas alagadas do planeta: o Pantanal.

Leve o conceito de “bacia” ao pé da letra e entenda geograficamente a BAP: nas “bordas” da bacia (planalto), estão as nascentes dos rios que formam o Pantanal. No “fundo” (planície), estão as áreas com características próprias de inundações sazonais. No planalto, as altitudes variam de 200 a mais de 1 mil metros e sua área é de 214,8 mil quilômetros quadrados, 59% da BAP. A planície tem altitudes que variam de 60 a 150 metros e sua área é de 147,5 quilômetros quadrados, 41% da bacia.

Os despejos de esgotos sanitários, a exploração mineral e o manejo inadequado do solo utilizado para plantio extensivo de soja e para pecuária de corte são os responsáveis pela poluição das águas na Bacia. Apesar disso, a qualidade das águas nas sub-bacias é considerada boa ou aceitável na maioria das regiões. No período de cheias há deterioração da qualidade das águas em vários trechos do rio Paraguai, pois há acumulação de material vegetal e sedimentos que consomem o oxigênio da água, causando mortandade de peixes (decoada).

Apesar da abundante disponibilidade de água, a BAP, incluindo o Pantanal, apresenta situações de escassez em determinadas sub-bacias e em determinadas épocas do ano. Esse ponto deve ser disseminado e levado em consideração por tomadores de decisão, técnicos e usuários, para que sejam induzidas políticas de aproveitamento das águas da bacia.

Rio Paraguai

O Paraguai, principal rio da BAP, nasce em território brasileiro e pertence à Bacia do Prata, cuja área é de 3,1 milhões de quilômetros quadrados, drenando quase 20% do continente sul-americano. Até a sua confluência com o Rio Paraná, o Paraguai percorre 2.612 quilômetros, sendo 1.683 em território brasileiro, com alguns trechos compartilhados com a Bolívia e o Paraguai.

Rios da Bacia do Alto Paraguai em território sul-mato-grossense

Correntes

Paraguai

Paraguai Mirim

Taquari e Taquari Velho

Piquiri

Jauru

Coxim

Aquidauana

Negro

Capivari

Miranda

Salobra

Nioaque

Nabileque

Aquidabã

Branco

Amanguijá

Perdido

Apa

Caracol

Vazões médias anuais dos principais rios de Mato Grosso do Sul

Paraguai  -  2.376 metros cúbicos por segundo

Taquari  -  320 metros cúbicos por segundo

Aquidauana  -  116 metros cúbicos por segundo

Miranda  -  87,6 metros cúbicos por segundo

Apa  -  81,3 metros cúbicos por segundo

Negro  -  50,6 metros cúbicos por segundo

 

Leia Também