Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

'foi lógica'

B. Senna se conforma com escolha de Heidfeld

16 FEV 2011Por terra18h:20

Preterido para substituir na escuderia Lotus-Renault o polonês Robert Kubica, que se recupera de um grave acidente em uma prova de rali, o brasileiro Bruno Senna não demonstrou mágoa com a decisão da equipe. Com naturalidade, o piloto classificou nesta quarta-feira a opção pelo alemão Nick Heidfeld como "lógica".

"A equipe buscava alguém experiente para substituir o principal piloto da equipe. Dentre as opções, Heidfeld era a escolha lógica por causa de sua história de mais de 10 anos na Fórmula 1 e pelo papel que desempenhou no desenvolvimento dos atuais pneus Pirelli", discursou o piloto brasileiro, que seguirá como um dos reservas da Renault.

Depois do grave acidente de Kubica, ocorrido há dez dias, na Itália, Bruno Senna surgiu como uma das opções para substituir o polonês, em virtude do bom trabalho realizado no desenvolvimento do atual carro da Renault.

Elogiado, o brasileiro manteve um discurso ponderado e não almejou disputar a temporada de 2011 da Fórmula 1. "Fiquei contente com a chance. Agora, espero poder ajudar a equipe mais e mais neste ano¿, completou Bruno Senna.

Na Lotus-Renault, Nick Heidfeld terá a companhia do russo Vitaly Petrov, que disputará apenas sua segunda temporada na categoria máxima do automobilismo mundial.

Leia Também