Terça, 12 de Dezembro de 2017

AVIAÇÃO CIVIL

Avião da TAM que ia a SP faz pouso não previsto nas Ilhas Canárias

23 FEV 2014Por G114h:30

Uma aeronave da TAM que seguia de Frankfurt, na Alemanha, para o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, fez um pouso não previsto, na tarde de sábado (22), em Gran Canaria, nas Ilhas Canárias. O voo JJ9374 transportava 251 passageiros.

Segundo o site TeldeActualidad, a aeronave transportava também materiais tóxicos - que de acordo com a TAM é permitido pelas normas internacionais de segurança. Ainda de acordo com o site, o pouso foi solicitado após o piloto detectar fumaça vinda do compartimento de carga e todos os passageiros tiveram de deixar a aeronave para que a inspeção fosse realizada.

A TAM nega ter havido fumaça, mas sim um "cheiro desconfortável", fruto de problemas operacionais relacionados a um equipamento chamado Recirculation Fan, instalado em um dos banheiros do fundo, e que não têm ligação com o material tóxico, já inspecionado, transportado no porão da aeronave (veja ao fim do texto a íntegra da nota de esclarecimento da TAM). Ainda de acordo com a companhia, o supervisor de manutenção da empresa está no local com os materiais sugeridos pela Boeing para o conserto.da aeronave.

De acordo com a concessionária que administra o Aeroporto Internacional de Guarulhos, a chegada do voo TAM 9374 está prevista e ainda não confirmada para as 21h deste domingo. A TAM também diz que todos os passageiros foram acomodados em hotéis locais.

Veja a íntegra da nota da TAM Linhas Aéreas:

"A TAM Linhas Aéreas informa que a aeronave que operava o voo JJ9374 (Frankfurt-São Paulo/Guarulhos) e que foi alternada para o aeroporto de Las Palmas, nas Ilhas Canárias, em 22 de fevereiro, teve problemas operacionais. Equipes técnicas da TAM deslocadas da Europa estão no local realizando a manutenção, e a aeronave está programada para decolar nas próximas horas, para seu destino final.

A TAM esclarece que não houve nenhum problema com as cargas que estão no porão da aeronave, o que foi confirmado pelas equipes técnicas que já vistoriaram o avião. A companhia segue rigidamente todas as legislações que regulamentam o transporte de cargas realizado em aviões de passageiros".

Leia Também