Quarta, 20 de Junho de 2018

Avião Antonov com 43 pessoas a

17 MAI 2010Por 22h:12

CABUL

 

Um avião de passageiros que voava de Kunduz, norte do Afeganistão, a Cabul desapareceu ontem com 43 pessoas a bordo, 38 passageiros e cinco tripulantes, anunciou o ministério afegão do Interior. O avião da companhia local Pamir Airways sumiu por volta das 8h da manhã (horário local). Em geral, os aviões dessa rota atravessam a região montanhosa de Hindu Kush.

"Eu posso confirmar que o avião levava 38 passageiros e mais cinco tripulantes quando caiu em algum lugar do desfiladeiro de Salang", disse o porta-voz do ministério do Interior, Zemarai Bashary. A região de Salang está localizada a cerca de 100 quilômetros a norte de Cabul e tem cerca de 4.070 metros de altitude. A causa do acidente não é conhecida.

A companhia aérea Pamir Airways afirmou que estrangeiros estavam entre os passageiros a bordo. Um representante do ministério para a aviação civil e transportes, Raaz Mohammad Alami, disse que o avião era um Antonov 24 e que seis passageiros estrangeiros estavam a bordo. Ele não deu detalhes sobre a identidade dos passageiros.

O ministério do Interior solicitou ajuda às forças da Otan para as buscas na região do acidente. Segundo uma nota oficial da Otan, dois helicópteros foram enviados para o local e outros dois estão de prontidão na base aérea de Bagram. Equipes médicas afegãs chegaram ontem a Salang.

"O mau tempo na região dificulta as buscas aéreas", disse a Força de Assistência de Segurança Internacional em um comunicado. O terreno e o clima nas montanhas em torno de Cabul são extremamente inóspitas e pode levar algum tempo até que o avião seja encontrado. "Está nevando e há inundações", disse Mohammad Alami.

A Pamir Airways, que iniciou suas operações em 1995, é uma das três maiores companhia aérea privada do Afeganistão e opera a maior parte das rotas domésticas no país e também voos para Dubai e Arábia Saudita para a peregrinação do Hajj.

A companhia afegã usa um Antonov 24 para os voos entre Kunduz e Cabul. O avião tem capacidade para até 52 passageiros e deixou de ser produzido em 1979, segundo a Aviation Safety Network.

Leia Também