segunda, 23 de julho de 2018

JUSTIÇA

Autor de acidente será ouvido em SP

26 OUT 2010Por Silvia Tada04h:20

 

 

Justiça de Mato Grosso do Sul expediu carta precatória para que Anastácio da Silva Yarzon Ortiz seja ouvido na comarca de São José dos Campos (SP), onde reside atualmente. Em 9 de agosto de 2008, ele dirigia um Palio que colidiu com um Gol, no cruzamento da Via Parque com a Rua Santa Bárbara, acidente que resultou na morte de duas pessoas, Kaique Gabriel Brito Sena, 17 anos, e Dener César Nunes de Araújo, 19 anos. Policiais que atenderam a ocorrência constataram que o réu estava embriagado e não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Ontem, foram ouvidas pelo juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Carlos Alberto Garcete, duas testemunhas de defesa. Uma delas foi o agente de trânsito Marcos de Carvalho Mello e outra foi o primo de Anastácio, Gustavo da Silva Ferreira. O primeiro relatou que a Via Parque registra grande número de acidentes e que foram instalados redutores de velocidade para evitar mais tragédias. Também afirmou que a velocidade máxima permitida é 60 quilômetros por hora. Já o primo do réu afirmou que não tinha conhecimento de que o jovem bebia e que era "bom filho".

O grave acidente resultou na morte de duas pessoas e deixou mais quatro feridos. O caso foi registrado logo após a entrada em vigor da Lei Seca, ocorrida em 20 de junho de 2008, que proíbe o consumo de bebida alcoólica antes de assumir a direção de veículos.

Leia Também