Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

VEÍCULOS

Aumentam as vendas de carros flex no País

26 MAR 2011Por FOLHA09h:35

Apesar da alta do preço do etanol, a venda de veículos flex continua crescendo em em ritmo maior do que a de veículos a gasolina. Nos últimos 30 dias, o preço do etanol já aumentou 20%.

Foram comercializados em fevereiro 220,67 mil veículos (carros e comerciais leves) com tecnologia flex --ou 14,1% a mais do que o volume vendido em janeiro. No mesmo período, a venda de veículos movidos somente a gasolina cresceu 5,6%.

"O etanol é uma realidade. Nossa tecnologia é de ponta, além de ser a mais barata do mundo, com o uso da cana. A tendência é ter cada vez mais modelos e fabricantes com essa tecnologia", diz Luiz Carlos Augusto, diretor-superintendente da consultoria Jato Dynamics do Brasil.

As montadoras mantêm suas estratégias de investir cada vez mais em modelos flex. Até os importadores tentam trazer ao país mais carros com essa tecnologia.

"Até setembro, devemos ter no país o Picanto flex. Em dezembro, o Cerato flex", diz Ary Jorge Ribeiro, diretor de vendas da Kia. A montadora coreana desenvolveu o motor flex especialmente para equipar o Soul --o primeiro modelo flex da Kia a ser vendido no Brasil e o primeiro a rodar com etanol no mundo.

Fiat e Volks ressaltam que o consumidor pode escolher, com o flex, o combustível que quer usar. E que, com a alta do etanol, o consumidor pode migrar para gasolina.
 

Leia Também