Terça, 20 de Fevereiro de 2018

ALCINÓPOLIS

Audiência dura quase três horas na Capital

14 DEZ 2010Por VIVIANNE NUNES E VÂNYA SANTOS17h:33

Amigos e familiares do vereador Antônio Carlos Carneiro, de Alcinópolis, assassinado em frente ao hotel Vale Verde, em Campo Grande no dia 26 de outubro, estiveram na tarde de hoje participando de audiência com acusados e testemunhas do caso no Fórum da Capital. Irineu Maciel, Aparecido Souza Fernandes e Valdemir Vansan estiveram no local sob muito protesto, choro e indignação por parte de manifestantes que levavam faixas e vestiam camisetas com a foto da vítima. Além deles, oito testemunhas foram ouvidas, entre eles o pai do vereador, a esposa dele e os policiais que fizeram a prisão em flagrante dos acusados.

Os presos aguardam julgamento no Presídio de Segurança Máxima e até o momento não informam quem seria o mandante do crime. Segundo investigações, Irineu seria o responsável pelos disparos que vitimaram o vereador, Aparecido pilotaav a moto usada no crime e Valdemir é acusado de intermediar a morte encomendada.

O prefeito de Alcinópolis seria ouvido hoje por carta precatória em Coxim, município mais próximo de Alcinópolis, mas o Ministério Público Estadual abriu mão, por enquanto, de ouvi-lo. Ele chegou a ser acusado pela família da vítima de ser o mandante. Um bilhete foi emitido pela assistência social do município em nome de Ireneu em dez de outubro deste ano e é um dos documentos que deverá ser apresentado pelo advogado de acusação, Ricardo Trad.

Nova audiência foi marcada para o dia 8 de fevereiro do próximo ano às 13h30min.

Leia Também