Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Audiência define fábrica de fertilizantes

27 ABR 10 - 20h:12

Rose Rodrigues, Três Lagoas

 

Está marcada para as 11 horas de hoje, a audiência para a assinatura de acordo para a construção da fábrica de fertilizantes da Petrobras, em Três Lagoas. O documento será assinado na sede da estatal, na Avenida Chile, no centro do Rio de Janeiro. A prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura (PMDB), junto com o governador André Puccinelli (PMDB), a ex- prefeita Simone Tebet; senadores e deputados da bancada federal de Mato Grosso do Sul também vão participar da audiência. Eles serão recebidos pelo presidente da estatal, José Sergio Gabrielli de Azevedo e a diretora de Gás e Energia, Maria das Graças Silva Foster, para tratar da elaboração do cronograma de lançamento e formalização do compromisso da fábrica.

Na mesma audiência, a prefeita Márcia Moura também vai protocolar a doação do terreno já adquirido pelo Governo do Estado e que será doado para a Petrobras, para a implantação da unidade na cidade. O terreno custou R$ 5,98 milhões aos cofres públicos e fica na Rodovia BR-395, ao lado da fábrica da International Paper e Fibria.

Com a formalização, a construção da fábrica de fertilizantes começa a sair do papel. Enquanto isso, vários técnicos de uma empresa terceirizada, contratada pela Petrobras já estão em Três Lagoas e iniciaram a medição e os estudos para elaboração dos projetos para obter as licenças necessárias e o Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambienta- (EIA/Rima). Este estudo deverá ser concluído até agosto, quando será feito o protocolo da licença prévia.

 

A fábrica

A construção da unidade está prevista para ser iniciada até o segundo semestre do próximo ano. O projeto da nova fábrica de amônia e ureia, usados na fabricação de fertilizantes em Mato Grosso do Sul vai se juntar às unidades da Bahia e Sergipe.

A unidade fabril vai produzir ureia granulada e perolada. A produção dos fertilizantes deve começar a partir de 2013, com uma capacidade anual de um milhão de toneladas e deve suprir a deficiência do Brasil por fertilizantes, que atualmente só produz 10% do que usa. A fábrica de fertilizantes da Petrobras de Três Lagoas receberá investimentos de aproximadamente US$ 2,2 bilhões e deve gerar cerca de sete mil empregos diretos (na fase de construção) e cerca de 500 quando entrar em operação.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Futebol de 5 do Brasil <BR>chega invicto a Lima
PARAPAN-AMERICANOS

Futebol de 5 do Brasil
chega invicto a Lima

RENÚNCIA

Ministro da Fazenda da Argentina entrega cargo

Eleições primárias desencadearam uma crise no governo
SAÚDE

Kit único pode identificar patógenos causadores de infecções

kit vem sendo testado em equipamentos de última geração
INTERNACIONAL

Ataque em casamento deixa dezenas de mortos em Cabul

Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado

Mais Lidas