Segunda, 18 de Dezembro de 2017

Audi entra na busca por consumidores com sedãs mais baratos

10 JAN 2014Por boainformacao11h:15

A Audi, que apresentará o sedã A3 no Salão Internacional do Automóvel norte-americano, em Detroit, na semana que vem, oferecerá o carro por US$ 29.900 quando ele chegar às vendas, no segundo trimestre. O montante equivaleria ao preço do Mercedes CLA sedã, que está à venda desde setembro, em um momento em que as marcas alemãs disponibilizam modelos que custam menos da metade de seus principais carros.

As fabricantes de carros de ponta da Alemanha estão disputando cada vez mais com suas concorrentes principais os compradores de modelos como o Ford Taurus, de US$ 26.780, e o Chrysler 300, de US$ 30.545. Seu objetivo é atrair uma base mais ampla de clientes e mantê-los fiéis a suas marcas em um momento em que as empresas buscam recordes globais de vendas.

O impulso da Mercedes para o CLA ajudou a unidade da Daimler AG a conseguir a liderança nas entregas de carros de luxo nos EUA em 2013, superando a BMW e a Lexus, da Toyota Motor Corp., pela primeira vez em mais de uma década. A Bayerische Motoren Werke AG lançará o cupê Série 2, a US$ 33.025, no primeiro trimestre em sua aposta para atrair novos clientes.

“O luxo sempre foi uma aspiração e uma vez que você faz parte disso, você tende a querer manter isso”, disse Jeff Schuster, analista da LMC Automotive. “A tendência é existir mais fidelidade às marcas premium que às não premium. Isso é, certamente, um fator motivador para expandir a linha de produção”.

Em cheio

Steve Berger, de 59 anos de idade, de Massachusetts, nunca havia tido um Mercedes até optar por um CLA preto de interior marrom-claro, neste mês. Ele havia estudado modelos da Chevrolet e da Lincoln, até que se impressionou com o estilo do carro alemão.

“Ele me pegou em cheio”, disse o vendedor de anúncios de televisão, que pagou em torno de US$ 37.000 por seu modelo após ser convencido pela dirigibilidade. “Esse valor é uma pechincha por esse carro”.

Leia Também