Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

DIA MUNDIAL

Ato conscientiza população hoje sobre risco da Diabetes

14 NOV 2010Por Da Redação00h:02

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da gerência técnica do programa de Saúde, a Coordenadoria de Atenção Básica (CAB), a Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) e a Secretaria Municipal de Políticas e Ações Sociais e Cidadania (SAS) promovem, hoje, um ato que será realizado mundialmente, para comemorar o Dia Mundial do Diabetes.

O objetivo é buscar a conscientização da sociedade sobre a doença, por meio de uma resolução aprovada pela assembléia geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2007, que considera o Diabetes um problema de saúde publica. O ato consiste em criar o Círculo Azul, que simboliza a vida e a saúde e o azul reflete o céu que une todas as nações.

Em Campo Grande, os monumentos Obelisco e o relógio instalado na avenida Afonso Pena serão iluminados, para lembrar a data que foi incorporada ao calendário brasileiro desde 1997. Segundo a coordenação da CAB, o ato também é um estímulo para a união da luta pelo controle da doença, considerado atualmente como uma doença crônica responsável por 40% das mortes em todo mundo.

No Brasil, a última contagem de casos sobre o Diabetes foi realizado em 1988 e indicava que 7,6% da população entre 30 e 69 anos manifestavam o distúrbio causado pela falta absoluta ou relativa de insulina no organismo. Em Campo Grande, a Sesau possui um cadastro do Programa de Educação e Controle em Diabetes, com 16 mil pacientes cadastrados, de diferentes faixas etárias.

Panorama da OMS - A Organização Mundial da Saúde (OMS) estimou em 1997 que, após 15 anos da doença, 2% dos indivíduos acometidos apresentarão cegueira e 10%, deficiência visual grave. Além disso, ressaltou que, no mesmo período de doença, 30% a 45% apresentarão algum grau de retinopatia, 10% a 20%, de nefropatia, 20% a 35%, de neuropatia e 10% a 25%, de doença cardiovascular.

 

Leia Também