Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPEONATO BRASILEIRO

Atlético-MG vence a 5ª seguida e segue líder isolado

Atlético-MG vence a 5ª seguida e segue líder isolado
18/07/2012 22:47 - uol


Além de confirmar o bom momento e se manter líder isolado do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG quebrou longo tabu ao vencer o Internacional pela primeira vez desde que a competição passou a ser disputada por pontos corridos, em 2003. Com um jogador a mais desde o final do primeiro tempo, por causa da expulsão de D'Alessandro, o time mineiro derrotou os gaúchos, por 3 a 1, nesta quarta-feira, no Independência, e alcançou o quinto triunfo seguido.

A vitória começou a ser construída ainda no primeiro tempo com Guilherme, que entrou na vaga do substituto Jô. Antes o Inter ficou sem D’Alessandro. O meia argentino recebeu o cartão amarelo e, depois de reclamar bastante, acabou expulso pelo árbitro Marcelo Aparecido de Souza.

“Eu não falei nada. Disse que peitei ele, é mentira. Ele já saiu querendo me expulsar. Antes do jogo já tinha intenção de me expulsar”, disse D’Alessandro, que voltava de suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

No segundo tempo, o Atlético ampliou com Leonardo Silva. O Internacional diminuiu com o jovem Fred e ganhou confiança na partida. Porém, o time mineiro administrou o resultado e selou a vitória com gol de Escudero nos acréscimos do árbitro.

Com a vitória, o Atlético foi 25 pontos e permaneceu na liderança depois de dez rodadas. O time mineiro havia vencido Náutico, Grêmio, Portuguesa e Figueirense e completou o quinto triunfo seguido. O Internacional, que vinha de empate sem gols com o Santos em casa, caiu para o 8° lugar com 16 pontos.

O resultado encerrou um histórico de quase dez anos sem vencer o Internacional. A última vitória havia ocorrido em 30 de outubro de 2002, por 3 a 2, no mesmo Independência. Foi o primeiro triunfo do Atlético na era pontos corridos. Em 16 jogos anteriores, foram dez derrotas e seis empates.

O Atlético dominou a partida no primeiro tempo e manteve mais posse de bola. Apesar de errar alguns passes, o time mineiro chegou mais ao gol do Inter, que não conseguiu finalizar na primeira etapa e ficou com um jogador a menos aos 37min, quando D’Alessandro foi expulso.

Depois de levar perigo aos 35min, ao arriscar de fora da área e a bola passar à esquerda do gol, Guilherme abriu o placar aos 46min. O atacante recebeu passe de Ronaldinho, dominou e bateu colocado. A bola bateu na trave e nas costas do goleiro Muriel antes de entrar.

Com um jogador a mais, o Atlético manteve o controle da partida no segundo tempo e ampliou aos 15min com Leonardo Silva. O zagueiro recebeu de Danilinho e bateu forte sem chance para Muriel. O Inter descontou quatro minutos depois com Fred, que havia entrado, e escorou de cabeça cruzamento da esquerda.

O Inter cresceu na partida e passou a buscar mais o gol. O Atlético, sem se apavorar, conseguiu se segurar na defesa e ainda ampliou aos 46min com Escudero, depois de grande jogada de Bernard.

Felpuda


Apesar de ainda fazer certo charme no estilo “se chamar, vou pensar” é praticamente certo que ex-candidato ao governo do Estado nas eleições passadas não participará da disputa pela Prefeitura de Campo Grande. Nos meios políticos é falado que não se trata de “novidade” e que não haverá mais cavalo encilhado passando na sua frente. Ele ainda insinua que poderá voltar em 2022, mas há quem diga que não precisará pensar, pois faltará a tal da “chamada”.