Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

AVASSALADOR

Atlético-MG faz mais 5 e despacha <br> São Paulo

Atlético-MG faz mais 5 e despacha <br> São Paulo
18/01/2014 18:51 - TERRA


O Atlético-MG está na semifinal da Copa São Paulo. Com muita tranquilidade e ataque avassalador, o time atleticano goleou o São Paulo por 5 a 1, na Arena Barueri, na tarde deste sábado. Os gols foram marcados por Matheus Nolasco, Carlos, Yago, Eduardo e Dodô. Na etapa anterior da competição, o Atlético havia eliminado o Flamengo de Guarulhos por 5 a 0.

Com uma série de desfalques - Auro, Foguete, Boschilia e Araruna - e vindo de um jogo desgastante com o Brasília na quinta-feira, o São Paulo não ofereceu resistência alguma e foi dominado do início ao fim. A campanha de 2014 é idêntica à do ano passado, eliminado nas quartas de final da Copinha.

Aos 11min, Matheus Nolasco fez o primeiro em bobeira da defesa são-paulina. Carlos, um dos goleadores da competição, chutou bonito de fora e dobrou o placar aos 30min. O São Paulo ameaçou reagir logo depois do intervalo: Adelino acertou a trave e o sul-africano Ty, que havia acabado de entrar, fez no rebote. Mas logo o domínio atleticano se restabeleceu...

Aos 22min, depois de bola alçada da esquerda, Yago completou de cabeça - ele havia acabado de ser acionado pelo treinador Rogério Micale. Mas o ataque do Atlético queria golear, e Eduardo, que jogava pelo São Paulo até o ano passado, fez o quarto aos 31min, com assistência de Dodô. O próprio Dodô, com assistência de Marquinhos em novo erro são-paulino, fechou aos 38min.

Santos e Atlético-MG se enfrentam na próxima quarta-feira por um lugar na decisão da Copa São Paulo, marcada para sexta. O jogo deve ocorrer na Arena Barueri, a ser confirmado pela Federação Paulista.

Felpuda


Tudo indica que o MDB não conseguiu convencer o PSDB de iniciar namoro com vistas a casamento nas eleições, e a ideia teria sido descartada. Os tucanos demonstraram que o problema deles não é o cargo: os emedebistas ofereceram a vaga de vice na disputa à Prefeitura de Campo Grande, a mesma cobiçada pelos tucanos, mas na chapa do PSB do atual prefeito. A questão, politicamente falando, seria, digamos, o oferecido “noivo”. Afe!