Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 16 de dezembro de 2018

Em busca de reabilitação

Atlético-MG encara o embalado Villa Nova

20 MAR 2011Por GAZETA ESPORTIVA15h:08

Disputado desde 1912, o duelo entre Atlético-MG e Villa Nova é o clássico mais antigo de Minas Gerais. O confronto do próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas vai marcar mais um capítulo da história dos dois clubes no Campeonato Mineiro. Enquanto o Galo vem caindo de rendimento na competição, o Leão do Bonfim está em crescimento no estadual e conquistou uma importante vitória na última rodada, contra o Uberaba, jogando fora de casa.

Insatisfeito com a performance do Atlético-MG, o técnico Dorival Júnior vai promover algumas alterações na equipes. As saídas de Ricardinho e Serginho são certas já que os dois jogadores estão suspensos, pelo terceiro cartão amarelo. O zagueiro Leonardo Silva, deve ganhar uma chance no lugar de Werley.

"Espero uma partida difícil e complicada. Conhecemos a equipe do Villa Nova, que tem feito um grande papel na competição. Mas sabemos da nossa responsabilidade e vamos fazer o melhor para não sermos surpreendidos e conquistar mais uma vitória", declarou o zagueiro.

O Atlético-MG não vence no Campeonato Mineiro há duas partidas. O time vem de derrota por 2 a 1 para o América-MG e empate por 2 a 2 com o Ipatinga. Segundo Leonardo Silva, quem entrar em campo deve estar ciente da importância do resultado positivo para o Galo. "O importante é o jogador que está entrando saber da importância que tem para o grupo. Temos que fazer um grande jogo e conquistar os três pontos", comentou o defensor.

Ao longo dessa velha rivalidade é fato que o Atlético-MG estabeleceu uma boa vantagem no cômputo geral dos 230 jogos realizados até hoje, com 138 vitórias e 50 empates. O Villa Nova, porém, que contabiliza 42 triunfos nessa peleja, levou a melhor em várias decisões em que esteve frente a frente com o alvinegro de Belo Horizonte.

O Leão do Bonfim ainda se orgulha de ser o terceiro clube que mais venceu o Galo na história. Somente Cruzeiro e América-MG têm mais vitórias em cima dos atleticanos. Para manter a escrita de ser uma pedra no sapato dos alvinegros, o técnico do Villa Nova, Wilson Gottardo, poderá contar com o volante Ricardo Bóvio, que foi julgado e absolvido por expulsão na partida contra o Democrata-GV.

A única baixa no elenco alvirrubro é o também volante Dudu Araxá, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O Leão do Bonfim quer derrotar o Galo para se consolidar entre os quatro primeiros colocados na tabela e decidir em casa sua vaga às semifinais. Na sequência da competição, o Villa jogará três das quatro últimas partidas como mandante.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também