Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Atletas paralímpicos garantem mais sete medalhas para o Brasil em Londres

5 SET 12 - 07h:00folhapaulistana

Os atletas brasileiros conquistaram hoje (04) mais sete medalhas nos Jogos Paralímpicos de Londres, na Inglaterra. No sexto dia de competições, foram três medalhas de ouro, três de prata e uma de bronze. Com as novas medalhas, o Brasil chega a meta de ficar entre as sete primeiras nações no quadro geral.

A primeira medalha do dia veio com a dupla brasileira de bocha, formada por Dirceu Pinto e Eliseu dos Santos, que se tornou bicampeã dos Jogos ao vencer os tchecos Leos Lacina e Radek Prochazka na final de pares mistos da classe BC4 por 5 a 3.

Com direito a recorde mundial, o nadador brasileiro Daniel Dias garantiu a primeira colocação na prova dos 100 metros peito SB4, com tempo de 1m32s27. Esta é a terceira medalha de ouro de Dias em Londres, podendo se tornar o maior medalhista paralímpico brasileiro da história se superar as 13 medalhas do também nadador Clodoaldo Silva e da ex-velocista Ádria Santos. Dias conquistou, até agora, um total de 12 medalhas paralímpicas (9 em Pequim e 3 em Londres)

Andre Brasil ficou em segundo lugar nos 100 metros costas S10, com o tempo de 1m00s11 e conquistou sua quarta medalha em Londres (dois ouros e duas pratas).
Na prova dos 200 metros T11 de atletismo houve dobradinha brasileira. Felipe Gomes conquistou a terceira medalha de ouro do dia ao vencer a prova, com a marca de 22s97. Daniel Silva ficou com a prata, com o tempo de 22s99.

Nos 400 metros T46, Yohansson Nascimento conquistou a medalha de prata e completou a prova com o tempo de 49s21, batendo recorde paralímpico de sua classe, a T45 (por falta de competidores, ele compete na T46). Esta é a segunda medalha de Nascimento, que conquistou o ouro, com direito a recorde mundial, nos 200 metros T46.

No lançamento de disco na categoria F40, o brasileiro Jonathan de Souza Santos conquistou a medalha de bronze, com a marca de 40,49 metros. O chinês Zhiming Wang ficou com o ouro e o grego Paschalis Stathelakos com a prata.

Até o momento, a China segue liderando o quadro de medalhas, com 53 medalhas de ouro, 39 de prata e 40 de bronze. Em segundo lugar está a Grã-Bretanha (23 ouros, 30 pratas e 26 bronzes) e, em terceiro, Rússia (23 ouros, 22 pratas e 17 bronzes). O Brasil está na sétima posição com dez ouros, sete pratas e quatro bronzes, totalizando 21 medalhas.
A 14ª edição dos Jogos Paralímpicos vai até dia 09 de setembro.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MERCADO FINANCEIRO

Dólar recua 1% e tem maior queda do mês com declarações de Trump e Draghi

Nove são presos por suspeita de envolvimento com furto de cocaína em delegacia
INVESTIGAÇÃO EM SIGILO

Nove são presos por envolvimento com furto de cocaína em delegacia

Acusada de negligência, prefeitura renova licença do Alphaville 3
DEZ ANOS

Acusada de omissão, prefeitura renova licença do Alphaville

Austrália fica em segundo do grupo e vai às oitavas de final
COPA DO MUNDO FEMININA

Austrália fica em segundo do grupo e vai às oitavas de final

Mais Lidas