Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Massacre

Atirador que matou 77 na Noruega é condenado a 21 anos de prisão

24 AGO 12 - 07h:37G1

O Tribunal de Oslo condenou nesta sexta-feira (24) o ultradireitista Anders Behring Breivik à pena máxima de 21 anos de prisão, prorrogáveis indefinidamente, ao considerá-lo penalmente responsável pelos atentados que, há pouco mais de um ano, deixaram 77 mortos na Noruega.

O atirador era réu confesso dos piores ataques no país desde a Segunda Guerra Mundial.
Seus advogados afirmaram que ele não vai apelar da sentença.

Como a culpa de Breivik, de 33 anos, não estava em questão, o tema central do julgamento, que terminou no dia 22 de junho, foi sua saúde mental.

O veredicto, que o acusado ouviu com um sorriso depois de ter feito a habitual saudação de extrema-direita na entrada do tribunal e que correspondeu a seu desejo de não ser considerado demente, encerra o julgamento de 10 semanas do autor dos ataques que traumatizaram a Noruega e provocaram choque em todo o mundo.

Breivik foi sentenciado a uma custódia máxima de 21 anos e a uma mínima de 10 anos, explicou a juíza principal, Wenche Elizabeth Arntzen, antes de assegurar que o veredicto foi unânime.

A custódia é uma figura legal do Direito norueguês, que, na prática, pode equivaler a uma prisão perpétua.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Donos de carros apreendidos <br>devem R$ 21 milhões ao Detran
PREJUÍZO

Donos de carros apreendidos
devem R$ 21 milhões ao Detran

EM 2019

Abertura de novos negócios teve melhor resultado em 6 anos

No ano passado, 7.087 empreendimentos foram abertos no Estado
Mega-Sena pode deixar alguém R$ 27 milhões mais rico neste sábado
SORTEIO

Mega-Sena pode deixar alguém R$ 27 milhões mais rico hoje

Chegada da CNN Brasil ainda não bota medo na concorrência
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Chegada da CNN Brasil ainda não bota medo na concorrência

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião