sexta, 20 de julho de 2018

futebol

Atacante do Tolima vira tiete e ganha camisa de Ronaldo

3 FEV 2011Por folha online14h:09

O atacante Wilder Medina, autor do segundo gol colombiano, era só elogios para Ronaldo. Com a camisa 9 do Corinthians nas mãos, o jogador conversou animadamente com jornalistas brasileiros.

"Vou guardar essa noite para toda a minha vida", repetia. Depois do jogo, Medina, 30, encontrou-se com Ronaldo no exame antidoping.

"Que simplicidade, que atitude", dizia Medina. "Ele foi o melhor do mundo, sempre foi meu maior ídolo. Agora vai ser ainda mais, para sempre."

Medina contou que Ronaldo lhe deu uma camisa e um conselho. "Você tem futebol, aproveita a vitrine que é a Libertadores", disse o Fenômeno ao colombiano.

"Tomara que ele esteja certo, tenho uma família para sustentar e jogar em outro país pode me dar um salário melhor", afirmou, ao lado da mulher e das duas filhas pequenas.

Em São Paulo

Ao desembarcar no aeroporto de Viracopos, em Campinas, a delegação corintiana "fugiu" da torcida e acabou deixando o aeroporto às 11h30 por uma saída lateral, em um ônibus escoltado por dois carros e três motos da polícia.

Ronaldo e Roberto Carlos, que voltariam para São Paulo em seus carros particulares, também viajaram com o restante do elenco. Com isso, dois seguranças do clube conduziram os veículos dos atletas e acompanharam o ônibus corintianos.

Leia Também