Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

Astrônomos tentam achar planetas habitáveis fora do Sistema

2 SET 2012Por Terra21h:00

Entre as áreas que mais crescem na astronomia, o estudo de exoplanetas tenta agora achar locais habitáveis além do Sistema Solar. Até agora, foram descobertos dez desses corpos que potencialmente comportariam vida. A 18ª Assembleia Geral da União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês), que ocorre em Pequim, permitiu que muitos dos cientistas dessa área trocassem ideias.

Um edital lançado em 2010 pela Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), por exemplo, concedeu à Universidade de Londres fundos para o lançamento da EChO (Observatório Para Caracterização de Exoplanetas). Conforme o pesquisador Ingo Waldmann, a missão poderá se dedicar exclusivamente ao estudo da atmosfera de exoplanetas e não precisará mais dividir horas de telescópio com outros estudos.

"A ideia é sair da identificação de exoplanetas para a caracterização deles, como da atmosfera e de sua composição interna. Para que um planeta seja considerado habitável, as condições básicas são ter superfície sólida, como a Terra, e ser quente o suficiente para manter água em estado líquido. "Além da Terra, uma lua de Júpiter, chamada Europa, parece ter água subterrânea que poderia garantir vida. Dos dez exoplanetas identificados como habitáveis, todos têm água líquida em sua superfície", explica Waldmann.

Por que procurar planetas habitáveis?
"A ideia inicial é, basicamente, saber se estamos sozinhos na Terra ou não", diz o pesquisador. Ele acrescenta que, ainda que os exoplanetas identificados habitáveis pertençam a galáxias próximas ao Sistema Solar, eles seguem ainda muito distantes para serem atingidos com a tecnologia atual. "Então não haverá planos para coleta de recursos ou de colonização tão cedo."

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também