Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

palmeiras

Assunção planejar adiar aposentadoria

4 JUL 2012Por band00h:00

O volante do Palmeiras, Marcos Assunção, já falou várias vezes que pretende encerrar a carreira ao final desta temporada. Porém, nesta terça-feira, o jogador afirmou que pode mudar de ideia caso o Verdão vença a Copa do Brasil.

Segundo ele, em caso do título, depende apenas da vontade da diretoria para ele permanecer no próximo ano e jogar a Libertadores.

“Sim (pretende adiar aposentadoria), mas vamos esperar passar. Se o Palmeiras passasse, eu gostaria. Mas temos duas grandes batalhas, para isso acontecer, temos que passar por eles. Depois eu penso com calma, mas a princípio é a gente ganhar, o Palmeiras querer e eu fazer parte do elenco na Libertadores. Mas para isso o Palmeiras tem de ganhar”, disse ele.

O volante, inclusive, diz já sonhar com o momento de levantar a taça de campeão da Copa do Brasil.

“Sonho com isso. Já sonhei com isso, pensei muito, todos os dias, desde que passamos pelo Grêmio, até antes. Sonho com essa imagem, em vários amigos meus conquistando título e levantando a taça. Para mim será emocionante, sem palavras”, falou.

“Me emociono muito fácil. Só de pensar eu emociono. Sabemos que será muito difícil, o Coritiba também quer ser campeão. Chegar na final é muito bom por isso. Chegar aqui e não saber o que falar de tanta emoção, que as palavras não vêm. Fico emocionado por poder jogar essa inal com quase 36 anos”, declarou.

Assunção considera o título da Copa do Brasil, caso aconteça, como o mais importante de sua carreira, sobretudo por ter voltado ao país desacreditado em 2010

“A maior delas será aqui, se formos campeões. Eu cheguei aqui desacreditado, nenhum time grande me queria. Vim do Prudente. Eu estava com menos de 32 anos e achavam que eu era velho, não suportaria a carga de trabalho. Será minha maior conquista, por eu ter ficado mais de seis meses treinando só no Barueri sem jogar, só treinando porque eu queria jogar”, completou.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também