Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

INCENTIVOS

Associação quer medidas para mercado da carne

21 MAI 2011Por Revista DBO00h:01

A Abrafrigo – Associação Brasileira dos Frigoríficos sugeriu ao governo a adoção de sete medidas para conter a crise dos frigoríficos. De acordo com o presidente da entidade, Péricles Salazar, a primeira delas propõe que o BNDES suspenda todos os financiamentos para a construção de novas plantas de abate. “Há excesso de capacidade de abate. Com a falta de bois, a ociosidade atinge 40%”, diz Salazar. A segunda medida propõe que o BNDES crie uma linha de crédito para financiar capital de giro dos frigoríficos em dificuldades, que detenham garantias reais. A terceira sugere a criação de uma linha de crédito para compra de fêmeas, com o objetivo de acelerar a recomposição do plantel de matrizes. A quarta propõe ações para incrementar as exportações; a quinta, ataque ao câmbio; a sexta, monetização dos créditos do PIS e Cofins; a última, negociação entre frigoríficos, governo e redes varejistas, para a redução das margens de lucro no varejo.

Leia Também