Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

CONFISSÃO

Assassinos de jovens também mataram piloto

1 SET 2012Por da redação07h:49

Com a prisão de Weverson Gonçalves Feitosa, 22 anos, e Rafael da Costa Silva, na noite de ontem (31 de agosto), acusados do sequestro e morte dos universitários Breno Luigi Silvestrini de Araújo, 18 anos e Leonardo Batista, 19, a polícia também desvendou o assassinato do piloto da TAM Marco Antonio Leão Ramos, 40 anos.

Os dois e mais a manicure Dayane Aguirre Clarindo - que ao ser presa indicou onde estavam os corpos dos jovens -, além de outro marginal, foram os autores da morte do piloto com um tiro no olho na cidade de Anastácio onde havia chegado, em companhia dos pais, em férias. O crime ocorreu no mês de maio.

Weverson, Rafael e Dayane sequestraram Breno e Leonardo, em Campo Grande, anteontem à noite para roubar o Pajero de um dos jovens. Os universitários foram mortos com tiros na cabeça em uma galeria sob a pista do anel rodoviário, num trecho entre as saídas para Terenos e Rochedo.

Os marginais tentavam levar o veículo para a Bolívia mas acabaram abandonando-o quando perceberam a barreira mas proximidades da cidade de Corumbá. Dayane foi presa quando voltava para Campo Grande de carona. Interrogada, confessou o crime e apontou o local onde estavam os corpos. À noite seus comparsas foram presos.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também