Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Jornalista

Assassinato de Rocaro está próximo de ser elucidado

16 AGO 12 - 00h:02MICHELLE ROSSI

O disco rígido do computador pessoal do jornalista Paulo Roberto Cardoso Rodrigues, 51 anos, assassinado no início do ano, em Ponta Porã, contém informações que serão utilizadas como provas no inquérito policial sobre as circunstâncias e autoria de sua morte. Nesta semana completam-se seis meses do assassinatoe do jornalista conhecido como Paulo Rocaro.

Ele foi executado na noite de 12 de fevereiro, com cinco tiros de pistola, enquanto dirigia seu veículo na região central da cidade, e faleceu na madrugada do dia 13. O jornalista era editor do site Mercosul News e Jornal da Praça. Também foi correspondente do Correio do Estado, em Ponta Porã, no período de 1989 a 1993.

A principal linha de investigação é de que Rocaro foi morto porque reunia dossiês sobre pessoas da cidade e essas informações seriam usadas para a publicação de matérias.

Leia mais no jornal Correio do Estado

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

90 DIAS

PF pede prorrogação de inquérito que apura atentado contra Bolsonaro

CORINTHIANS

Carille admite que arriscou pouco e promete mudanças depois da Copa América

PREVIDÊNCIA

Porta-voz: governo sabe que enfrentará ainda fortes resistências à reforma

Após chuva, ônibus atola em rua não pavimentada no Cristo Redentor
ANO CHUVOSO

Após chuva, ônibus atola no Cristo Redentor

Mais Lidas