Assaltante em fuga mata adolescente

Assaltante em fuga mata adolescente
18/02/2010 08:40 -


Paulo Henrique Rodrigues, de 17 anos, foi morto com um tiro, no final da manhã de ontem, durante assalto a uma mercearia no Bairro Jardim Tarumã, região da saída para Sidrolândia. Ele trabalhava na bicicletaria do padrasto, próximo ao estabelecimento comercial assaltado, quando foi atingido por um tiro no peito. O roubo contra a Mercearia Vidal, situada na esquina das ruas Acaia e Itaoca, aconteceu por volta das 11h30min. Esta foi a terceira vez que o ponto comercial, pertencente a familiares da vítima, foi atacado por ladrões. Ivanilton de Souza Neves, 32 anos, viu o enteado Paulo Henrique morrer em seus braços. Ele conta que escutou o barulho, mas não acreditou se tratar de um disparo. “De repente, o Paulo entrou na bicicletaria e eu o vi todo ensanguentado”, detalha. O adolescente foi encaminhado ao Centro Regional de Saúde da Coophavila II, contudo já chegou ao local sem vida. “Tudo que nós queremos agora é justiça”, declarou. “Ele estava ajoelhado arrumando a corrente da minha bicicleta quando foi ferido. Eu não percebi, achei que o barulho fosse de alguma bombinha. De repente, ele se levantou e foi para dentro da loja”, conta o cliente atendido por Paulo Henrique. A loja, chamada Ciclo Nilton, fica no cruzamento, do lado oposto da mercearia assaltada. Maria Aparecida dos Santos Neves, 34 anos, mãe do adolescente, estava muito abalada e não quis conversar sobre o episódio. De acordo com a tia do rapaz, Antonira Gonçalves, 57 anos, esse foi o segundo assalto ao local em menos de duas semanas. “Eram dois homens, um armado, que nos assaltou, enquanto o outro esperava em uma motocicleta no final da rua”, conta. Ainda segundo ela, o homem armado disparou enquanto fugia do local. Foram roubados R$ 40 de um entregador de leite que estava no estabelecimento no momento da ocorrência. Os ladrões fugiram a pé, abandonando a motocicleta, que foi apreendida pela Polícia Militar. Os militares fizeram rondas, mas não encontraram os homens. Conforme moradores das imediações, a proximidade do bairro da Colônia Penal Agrícola tem agravado os problemas de violência na região.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".