Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

polêmica

As mulheres bebem mais em Sorocaba

9 DEZ 2010Por AGÊNCIA ESTADO, SOROCADA04h:30

Pesquisa coordenada pela Universidade de Sorocaba (Uniso) revela que as mulheres sorocabanas são campeãs no consumo de álcool. De acordo com o levantamento, 51% delas disseram consumir bebidas alcoólicas pelo menos três vezes por mês, mais que o triplo da média nacional que é de 16%. Do total, 20% bebem até três vezes por semana, o dobro da média do público feminino no Brasil. De acordo com o pesquisador Rafael Sartorelo, do curso de Hotelaria, o estudo trouxe à luz informações inéditas sobre um tema que costuma gerar polêmica.

Em Sorocaba, as mulheres bebem mais que os homens, embora estes sejam bebedores mais contumazes que a média nacional. Apenas 35% do público masculino informou beber pelo menos três vezes por mês, contra 19% da média brasileira. O número de mulheres que se abstêm do álcool é bem mais baixo, em Sorocaba, que a média nacional: 16% das mulheres sorocabanas disseram que nunca bebem. No País, a média é de 59%.

O objetivo da sondagem, de acordo com Sartorelo, foi reunir subsídios que permitam conhecer os hábitos de consumo de bebidas alcoólicas na cidade e identificar as preferências. Os dados foram coletados durante o mês de agosto, por meio de questionários respondidos por grupos de 50 homens e 50 mulheres de todas as faixas etárias a partir dos 18 anos, representativos de todas as camadas econômicas e culturais.

Entre os abstêmios, as pesquisas também apontam menor proporção em Sorocaba do que na média nacional. Na cidade, 22% dos entrevistados disseram que não bebem nunca; considerando-se o Brasil inteiro, a abstinência chega a 35%. A favor das mulheres está a constatação da preferência praticamente nula pela cachaça, enquanto 37% preferem vinho, 24% cerveja, 12% vodca ou rum e 8% uísque. Já os homens preferem cerveja (43%), vinho (27%), vodca, rum ou uísque (20%) e cachaça (11%).

Leia Também