Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sexta, 22 de fevereiro de 2019 - 15h37min

Artuzi admite negociações para apoiar reeleição de André

27 JAN 10 - 07h:47MARCO EUSÉBIO
Prefeito do ma ior colégio eleitoral do interior de Mato Grosso do Sul, Ari Artuzi (PDT), de Dourados, ainda não definiu neste início de ano de eleições quem apoiará para o Governo do Estado. Embora seu partido esteja em conversação para compor a chapa encabeçada pelo ex-governador José Orcírio Miranda dos Santos (PT), Artuzi admite que tem conversado com o governador André Puccinelli (PMDB) sobre a sucessão estadual em troca de obras para a sua cidade. Em Campo Grande, nesta semana, o prefeito confirmou que sua mulher, Maria Artuzi, pretende disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa, pelo PRB, sigla que deve apoiar a reeleição do governador. Questionado se por ter ligações com as duas principais candidaturas pretende manterse neutro no processo sucessório estadual, Artuzi descartou ficar “em cima do muro”. Afirmou que ainda não definiu a quem apoiar, mas adiantou que não foi procurado até agora por José Orcírio e que já iniciou conversações com o governador. “O André é um homem de compromisso e se cumprir sua parte em ajudar Dourados vou cumprir a minha também”, afirmou, demonstrando estar disposto a esquecer a rivalidade com o PMDB, do qual foi alvo de processo por infidelidade partidária na Justiça Eleitoral depois de trocar a sigla pelo PDT.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Copa na Capital reúne 200 pilotos  por prêmio de R$ 10 mil
VELOCROSS

Copa na Capital reúne 200 pilotos por prêmio de R$ 10 mil

URGENTE: Circo pega fogo no Jardim Los Angeles
CAMPO GRANDE

URGENTE: Circo pega fogo no Jardim Los Angeles

Recursos para financiamentos terão aporte de R$ 791 milhões
CRÉDITO RURAL

Recursos para financiamentos terão aporte de R$ 791 milhões

Prefeitura lança o 'Big Brother' da saúde e UPAs serão monitoradas por 24 horas
CAMPO GRANDE

'Big Brother' da saúde vai monitorar UPAs por 24 horas

Mais Lidas