Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

petróleo

Ártico é novo campo de batalha, dizem ambientalistas

16 JAN 2011Por terra15h:19

Entidades ambientalistas como Greenpeace, World Wide Fund for Nature (WWF) e Friends of the Earth (FoE) começaram a expressar seu descontentamento com o acordo fechado na sexta-feira entre a petrolífera britânica BP e a estatal russa Rosneft para exploração de petróleo no Ártico, afirmando que a região será o novo campo de batalha da luta contra a destruição ambiental. As informações são da edição de domingo do jornal The Independent.

As empresas negociaram a exploração de jazidas de hidrocarbonetos no mar de Kara, no norte da Sibéria, que de acordo com as entidades compreende uma área de biodiversidade rica e espécies ameaçadas de extinção.

A Friend of Earth (FoE) chegou a afirmar à publicação que não é possível confiar na BP após o vazamento de óleo ocorrido na unidade Deepwater Horizon, no Golfo do México, em abril de 2010, a pior catástrofe ambiental dos Estados Unidos. De acordo com o jornal, está estimado em US$ 40 bilhões o custo total da limpeza do óleo derramado na região.

Leia Também