Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

quinta, 21 de fevereiro de 2019 - 19h03min

Arruda pode renunciar para não perder direitos políticos

2 MAR 10 - 06h:07
O governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), pode renunciar ao cargo para não perder os direitos políticos até antes da abertura da sessão plenária na qual será votado o mérito do impeachment, que deve ocorrer no final de abril. Arruda é acusado em inquérito da Operação Caixa de Pandora, de comandar esquema de corrupção no governo distrital. Está preso na Polícia Federal desde o último dia 11 por obstruir investigações. Hoje, o processo de impeachment de Arruda ainda está na fase de admissibilidade. O pedido de impeachment contra o governador foi avaliado pela Procuradoria da Câmara, depois pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, por fim, pela Comissão Especial, criada para analisar o assunto. Nesta semana, o processo entra na última etapa da primeira fase, quando o plenário deve referendar sua admissibilidade. Hoje, às 10h (DF), será lido parecer do deputado Chico Leite (PT). Na quinta- feira, também às 10h, haverá votação aberta.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Após três dias, sistema  do Detran volta a funcionar
VEÍCULOS

Após três dias, sistema
do Detran volta a funcionar

EM VOTAÇÃO

STF já tem 4 votos para enquadrar homofobia na lei dos crimes de racismo

Faltam os votos de sete ministros.
Moro nega contradição sobre caixa dois e diz haver má interpretação
POLÊMICA

Moro nega contradição sobre caixa dois e diz haver má interpretação

Mulher é morta com um  golpe de faca pelo ex-marido
FEMINICÍDIO

Mulher é morta com um golpe de faca pelo ex-marido

Mais Lidas