Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Arrecadação federal registra recorde para meses de julho

18 AGO 10 - 06h:09
VERA HALFEN

A arrecadação de impostos e contribuições federais de julho somou, em Mato Grosso do Sul, R$ 153,21 milhões, representando a segunda maior arrecadação do ano e recorde para o mesmo mês nos últimos dez anos. Em relação ao mesmo período do ano passado, o crescimento nominal (sem descontar inflação) é de 20,2%, e na comparação com o mês anterior, que registrou R$ 127,44 milhões, o aumento é de 14,4%. De janeiro a julho de 2010, a arrecadação de tributos somou R$ 949,98 milhões.
Somente quanto às contribuições para o Imposto de Renda, o volume arrecadado em julho e pago à Receita Federal do Brasil chega a R$ 67,32 milhões; já no ano passado, registrou R$ 54,09 milhões. No ano, esse tributo soma R$ 396,96 milhões, contra R$ 393,62 milhões nos sete meses de 2009. O pagamento do Imposto de Renda (IR) é a maior arrecadação do Estado, representando, em julho, 56,06% do total arrecadado.

Mais recorde
Em todo o País, a receita arrecadada em julho soma R$ 64,21 bilhões, com alta (real) de 6,64% em relação a junho e 10,16% sobre julho de 2009. As demais receitas totalizaram R$ 3,759 bilhões, com alta real de 194,3% ante junho e 22,01% sobre julho de 2009, representando recorde neste ano, em que todos os meses a marca foi ultrapassada.
Nos sete primeiros meses do ano, já chega a R$ 67,41 bilhões a mais do que o registrado no mesmo período do ano passado. Segundo dados divulgados pela Receita, a arrecadação no período aumentou de R$ 380,04 bilhões (janeiro a julho de 2009) para R$ 447,46 bilhões (janeiro a julho de 2010), alta real de 12,2%. Levando-se em conta a correção da inflação pelo IPCA, a arrecadação teve um aumento no período de R$ 49,09 bilhões.

Aumento
De acordo com a Receita, a arrecadação no ano é puxada pelo crescimento do volume geral de vendas (14,5%), o aumento da produção industrial (16,54%) e da massa salarial (11,32%). A maior contribuição para o aumento da arrecadação foi o crescimento da receita com Cofins e PIS/Pasep, que nos sete primeiros meses deste ano cresceu R$ 14,057 bilhões. Esses tributos incidem sobre o faturamento da empresa e são considerados um termômetro do ritmo da atividade econômica.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

EM RAZÃO DOS PROTESTOS

Voos que sairiam do Brasil para Santiago estão sendo cancelados

Consumidor pode cancelar pacotes sem ônus ou multas
DEMITIDO DO GOVERNO

Marcos Cintra é chamado para reestruturar o PSL

Cintra foi demitido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes
Chuva não dá trégua e cerca de parque não foi reparada; animais já andam pela via
TEMPORAL

Chuva não dá trégua e cerca de parque não foi reparada; animais já andam pela via

Roberta D'Albuquerque: "Nove mil, quinhentos e noventa e nove reais"
ARTIGO

Roberta D'Albuquerque: "Nove mil, quinhentos e noventa e nove reais"

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião