Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 11 de dezembro de 2018

MATO GROSSO DO SUL

Arrecadação de ICMS cresceu 19,5% em MS

31 MAR 2011Por osvaldo júnior08h:52

Os contribuintes de Mato Grosso do Sul recolheram aos cofres do Governo estadual R$ 759 milhões no primeiro bimestre deste ano, referentes ao Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Esse valor representa receita 19,5% maior que o arrecadado desse tributo no mesmo período do ano passado, que foi de R$ 634,78 milhões. Somados, os impostos injetaram, no caixa do Governo, R$ 978,29 milhões em janeiro e fevereiro deste ano. O demonstrativo da receita foi publicado na edição de ontem do Diário Oficial do Estado. Principal imposto estadual, o ICMS respondeu por 77,6% de toda a arrecadação tributária de janeiro e fevereiro. Os R$ 759 milhões tributados no período representam recolhimento médio diário de R$ 12,86 milhões. A média mensal da arrecadação com o ICMS oscilou de R$ 317 milhões, no primeiro bimestre de 2010, para R$ 379 milhões neste ano.

IPVA
A arrecadação do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) acrescentou ao caixa do Governo R$ 139,24 milhões em janeiro e fevereiro deste ano. A diferença é de 13,95% em relação ao primeiro bimestre de 2010, quando a receita desse imposto somou R$ 122,19 milhões.
O avanço da arrecadação se deveu, sobretudo, ao aumento da frota, que passou de 887.022 para 976.500 veículos de entre fevereiro de 2010 e de 2011, uma vez que as alíquotas aplicadas neste ano - 2,5% (automóveis, caminhonetes e utlitários), 2% (motocicletas) e 1,5% (caminhão e ônibus) - são as mesmas de 2010. Nem todos os 976.500 veículos da frota são tributados - os antigos (com mais de 15 anos) e os novos (no primeiro ano) são isentos. A receita do IPVA será ainda maior, pois a última parcela do imposto vence hoje.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também