Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

Copa

Arquibancadas do Mané Garrincha ficam de pé após duas explosões

15 MAI 2011Por G116h:33

Fracassaram duas tentativas realizadas pelo governo do Distrito Federal de demolir as arquibancadas do estádio Mané Garrincha na tarde deste domingo (15), em Brasília. A demolição das arquibancadas deveria ocorrer às 15h, mas, depois da detonação dos explosivos, a estrutura permaneceu de pé. Uma nova tentativa realizada por volta das 16h20 e também falhou. O estádio será usado em jogos da Copa do Mundo de 2014.
 

O vice-governador do Distrito Federal, Tadeu Filippelli (PMB) está reunido com os responsáveis pela obra e ainda não se pronunciou sobre a segunda falha. Após a primeira tentativa de derrubar a estrutura, Filippelli disse que não sabia o motivo de a arquibancada ter permanecido de pé.

Ele afirmou que iria conversar com o consórcio responsável pela demolição para ter mais informações sobre o que ocorreu.


A Novacap, empresa do DF responsável pela operação, informou que foram usados 250 quilos de explosivo na tentativa de demolição.
 

Sobre o primeiro fracasso, o Consórcio Brasília, contratado pelo governo local para a operação, informou que a primeira linha de explosivos, das três instaladas na estrutura, não teve o impacto esperado nas arquibancadas. Ainda não há informações sobre a causa da segunda falha.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também