Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

PROFISSÃO

Árbitro se compara a um psicólogo em campo

19 JAN 2011Por Terra00h:00

Segundo melhor árbitro de futebol do mundo, de acordo com a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), o colombiano Oscar Ruiz reconheceu nesta terça-feira que sua profissão pode ser comparada com a de um psicólogo.

"O árbitro é uma pessoa que divide justiça, por isso preciso ser um psicólogo dentro do campo para conduzir os 22 jogadores que têm temperamentos e comportamentos diferentes", afirmou Ruiz à Rádio Caracol, da Colômbia.

O colombiano, que é o melhor do mundo ativo, pois o primeiro, o alemão Markus Merk, já está aposentado, reconheceu, além disso, que apesar de um árbitro estar entre os melhores não significa que não possa cometer erros.

"Nós também nos equivocamos. Eu acho que o fato de ser um árbitro de elite não estou isento de erros", disse. Ruiz, de 41 anos, também é advogado e decano da faculdade de direito de uma universidade da Colômbia.

Leia Também