Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 26 de setembro de 2018

Arábia Saudita diz que militantes da Al Qaeda mortos em tiroteio eram sauditas

18 OUT 2009Por 16h:18
     

        Da redação

         

O Ministério do Interior saudita informou neste domingo que os dois supostos militantes da rede terrorista Al Qaeda mortos em um tiroteio na última terça-feira (13) eram sauditas que entraram clandestinamente no país pelo Iêmen e estavam planejando realizar ataques.

Segundo um comunicado do ministério, os dois homens, Youssef al Shihri e Raed al Harbi, estavam na lista dos 85 supostos militantes que moram no exterior mais procurados e faziam parte de operações da Al Qaeda no vizinho Iêmen. Os dois se disfarçaram de mulher, informa o texto, que também comunica a prisão de seis iemenitas que supostamente trabalhavam com os suspeitos mortos. O tiroteio de terça-feira no sul da Arábia Saudita também matou um soldado.

O incidente aconteceu em um momento em que o governo do Iêmen luta contra um sentimento separatista cada vez maior. Os Estados Unidos e a Arábia Saudita, maior exportador de petróleo do mundo, estão preocupados porque a instabilidade no país árabe pode ser explorada pela rede terrorista Al Qaeda na realização de ataques terroristas.

Com informações da Folha Online

         

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também