Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

UNIVERSIDADES

Aquário vai abrir espaço para pesquisas

30 MAI 2011Por DA REDAÇÃO00h:00

As universidades vão encontrar no Centro de Estudos e Pesquisa da Ictiofauna Pantaneira  (Aquário do Pantanal), inaugurado na semana passada, um espaço oportuno para realização de pesquisas científicas. Não somente as instituições de ensino superior de Mato Grosso do Sul poderão ser parceiras do governo e da sociedade no desenvolvimento desses estudos. De acordo com o governador André Puccinelli, universidades até de fora do País já manifestaram interesse em participar de projetos.

A oferta de condições para o desenvolvimento desses estudos, conforme André, deve resultar em trabalhos que mostrem que em Mato Grosso do Sul se preserva o Pantanal. “E pelo que vimos já de universidades de outros países que contataram conosco, teremos uma mostra monumental, seremos conhecidos no mundo".

Aquário do Pantanal

O Aquário deve começar a funcionar no fim de 2013 e terá capacidade para receber 20 mil visitantes por dia. Inicialmente projetado para impulsionar o turismo, o aquário teve seu objetivo ampliado para servir também como centro de pesquisa científica e de educação ambiental. O projeto dos 18.636 metros quadrados da construção é assinado pelo arquiteto, Ruy Othake.

 Além de abrigar um centro de conferências, o Aquário do Pantanal terá laboratórios e biblioteca para livros e teses sobre o Pantanal. Instalações que foram desenhadas lado a lado com os 24 tanques de peixes, jacarés, sucuris, entre outras espécies. Além do ambiente interno, que inclui um túnel de 180 graus, o aquário terá cinco tanques externos, que poderão ser percorridos a pé ou em um trajeto aquaviário em barco com fundo de vidro.

A estrutura do Aquário do Pantanal conta com 90 metros de comprimento e 18 de altura. O prédio possuirá um amplo saguão, equipado com banheiros, setor de informações, auditório para 250 pessoas, restaurante, lanchonete, biblioteca e bancada de interação, entre outros detalhes. Escadas rolantes, comuns e elevadores próprios para portadores de necessidades especiais levam o visitante aos tanques e a um ambiente especial para as sucuris. Nos ambientes externos, ficarão plantas nativas do Pantanal, jacarés, ariranhas e lontras, entre outros animais.

 

Leia Também