Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Brasil Maior

Aprovados incentivos para indústria

17 JUL 12 - 08h:00Agência Brasil

O plenário da Câmara aprovou ontem (16) por 299 votos favoráveis e nenhum contrário o texto-base da Medida Provisória (MP) 563 que integra o Plano Brasil Maior e concede incentivos fiscais para diversos ramos da indústria. O texto final ainda pode ser alterado por meio de destaques. Durante a votação, o plenário rejeitou três requerimentos propostos pela oposição como parte da estratégia de obstrução para adiar a votação da MP.

A MP 563 estabelece regimes fiscais diferenciados e desonera produtos e a folha de pagamentos de alguns setores. Serão beneficiados com a desoneração da folha de pagamentos, em troca de uma percentagem sobre a receita bruta, os setores de hotéis, móveis, autopeças, naval, aéreo e de empresas de call center e de projetos de circuitos integrados (chips).

O texto aprovado é o projeto de lei de conversão do senador Romero Jucá (PMDB-RR), que inclui benefícios a outros setores como empresas de transporte de carga e de passageiros (rodoviário, marítimo e aéreo), fabricantes de brinquedos (bonecos, triciclos, trens elétricos, musicais) e fornecedores de pedras (granitos e mármores).

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

EMPREGO E RENDA

Programa Verde Amarelo beneficia jovens de 18 a 29 anos com geração de emprego

Apenas quem não trabalhou com carteira assinada poderá ser beneficiado
Número de doadores cai e Hemosul precisa de sangue com urgência
ESTOQUE CRÍTICO

Número de doadores cai e Hemosul precisa de sangue com urgência

Nesta segunda, cinco cidades fazem aniversário em Mato Grosso do Sul
PARABÉNS

Nesta segunda, 5 cidades fazem aniversário em MS

Major Olimpio pede prisão preventiva de Lula por declarações a militantes
BRASIL

Major Olimpio pede prisão preventiva de Lula por declarações a militantes

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião